CASO URUANA GOIÁS


Psicólogo começa a traçar perfil do suspeito de matar menina em Goiás.

Ele irá investigar se homem usa drogas ou tem alguma perturbação mental.
Homem está preso após confessar ter matado criança em Uruana.


O psicólogo criminal Leonardo Faria vai começar a traçar o perfil psicológico do suspeito de matar Gabrielly Caroline Dias Rocha, de 10 anos, em Uruana, na região central de Goiás. Ele disse que vai averiguar se o homem usa algum tipo de droga, se estava sob efeito alucinógeno quando cometeu o crime ou se tem algum tipo de perturbação mental.

“Geralmente, pessoas que já têm um antecedente criminal com este tipo de crime tem uma tendência a repetir o ato, mesmo porque a vontade de cometer esse tipo de crime não acaba de uma hora para outra, está muito ligado ao desejo e afeto e estes não se extinguem”, diz Leonardo Faria.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário