ECONOMIA


Apagões 'não são normais', diz ministro interino de Minas e Energia

Zimmermann disse que há diminuição na confiabilidade do sistema elétrico.
Governo sempre defendeu robustez do sistema de energia do país.



O ministro interino de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, afirmou na manhã desta sexta-feira (26) que os apagões em série registrados "não são normais" e que isso representou uma "diminuição" na confiabilidade do sistema elétrico brasileiro. O governo sempre defendeu a robustez do sistema interligado do país.





Entre a noite desta quinta (25) e a madrugada desta sexta, um apagão afetou os nove estados do Nordeste. Segundo nota do Operador Nacional do Sistema (ONS, houve um incêndio em equipamento entre duas subestações de energia, segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), responsável por administrar o Sistema Interligado Nacional.

"Eventos como esse não são normais e a coincidência então é que é mais anormal ainda. É isso que está sendo avaliado. Estamos com equipe de técnicos que vão lá, da ONS, Aneel [Agência Nacional de Energia Elétrica]. Estão se deslocando equipes do CMSE [Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico]", afirmou Zimmermann ao chegar no ministério na manhã desta sexta.
É a segunda vez nos últimos 35 dias que ocorre um apagão na Região Nordeste. Em 22 de setembro, segundo o ONS, um problema nas interligações Sudeste/Norte e Sudeste/Nordeste, atingiu o fornecimento de energia elétrica em parte da região Nordeste do país.
O ministro interino, Márcio Zimmermann, que está no cargo em razão de afastamento para tratamento de saúde do titular Edison Lobão, está reunido com o comitê, além de representantes do ONS e Aneel. Eles discutem medidas a serem adotadas.
Ele admitiu que a confiabilidade do sistema elétrico interligado está abalada. "Nós temos uma sequência de reuniões e diversos procedimentos vêm sendo adotados nas últimas semanas justamente por causa dos eventos que ocorreram em sequência neste mês. O sistema elétrico brasileiro é um dos maiores sistemas de transmissão do mundo. Ele sempre trabalha com um nível de confiabilidade bom. E nós tivemos no último mês, nesses eventos, uma diminuição dessa confiabilidade que ainda não se tem as razões, sempre se inicia com equipamento falhando e a proteção primária não atuando e aí levando para a proteção secundária alternada e provocando eventos de grandes proporções. Isso que está sendo avaliado.”
Zimmermann afirmou que o governo tomará providências e manterá a população informada do que está ocorrendo.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário