ENEM


Inep investe R$ 3,7 milhões em lacres eletrônicos para segurança do Enem

Dispositivo estará em parte dos malotes; governo quer testar eficácia.
Provas serão aplicadas neste sábado (3) e domingo (4).



O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai testar pela primeira vez um lacre eletrônico para os malotes em que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão transportadas. O dispositivo estará em 10 mil malotes, quase um quarto do total. As provas serão aplicadas neste sábado (3) e domingo (4).

O objetivo do Ministério da Educação é testar a eficácia do equipamento utilizado para coibir fraudes. Caso surte resultado, o sistema será implantado em 100% dos malotes, progressivamente, segundo a assessoria de imprensa do Inep. Cada lacre pode ser usado até 12 vezes.

O investimento inicial será de R$ 3,7 milhões, referente a 20 mil lacres eletrônicos. O valor do contrato com a empresa RR Donnelley Editora e Gráfica foi publicado no "Diário Oficial da União" desta quarta-feira (31).

Os dispositivos eletrônicos registram o horário em que as provas são lacradas nos malotes na gráfica e, posteriormente, o horário que eles serão abertos no local de aplicação das provas. Segundo a assessoria de imprensa do Inep, o aplicador da prova não terá com saber se o seu malote está lacrado ou não.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment