GUERRA AO TRÁFICO

Onda de violência em SP é reação a combate ao crime, diz polícia



O comandante da Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo, coronel César Augusto Morelli, disse na tarde desta quarta-feira (31) que “há muita novela” sobre a ordem de chefes de facção criminosa para vingar, com a morte de policiais, o assassinato de criminosos.

A afirmação ocorre um dia após o governadro Geraldo Alckmin admitir que houve ordemde bandidos para executar policiais e a PM encontrar em Paraisópolis, na Zona Sul, uma lista com nomes de cerca de 40 policiais marcados para morrer. Desde o início do ano, ao menos 86 PMs foram executados no estado.

Segundo o coronel Morelli, as polícias Civil e Militar trabalham com a hipótese de que a onda de assassinatos de policiais em São Paulo, que há meses assusta moradores da capital paulista, seja reação ao combate do crime, principalmente o tráfico de drogas. “Houve retaliações porque o crime está sendo subjugado pela lei”, afirmou.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment