ABSURDO !

Com acabamento de primeira, obras custam R$ 400 mil por unidade

A Câmara dos Deputados começou em 2010 uma reforma milionária dos apartamentos funcionais, que hospedam parlamentares em Brasília. Houve licitação, as empresas foram contratadas, e cerca de R$ 50 milhões já foram gastos para melhorias em cinco prédios, com pouco mais de cem apartamentos.
A Câmara é dona de nove blocos na quadra 302 da Asa Norte. Para reformar todos esses blocos, a expectativa é de que os gastos ultrapassem R$ 90 milhões, uma média de R$ 10 milhões por prédio, R$ 400 mil por apartamento reformado.


O preço pago na reforma de um apartamento daria para comprar, por exemplo, um apartamento de dois quartos pequenos, na mesma região. O investimento, no entanto, vai valer a pena para a Casa, na opinião do quarto secretário, espécie de “prefeito” da Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG). Os imóveis têm, em média, 240 m², quatro quartos (com uma suíte) e duas vagas na garagem. A reforma mudou a cara dos apartamentos e vai valorizar o patrimônio da União, diz o deputado.


— Nós estamos fazendo uma reforma completa em todos os prédios, porque toda hora tem uma reforminha e, é tanta reforminha, que não resolve nada definitivamente. O gasto coletivo acaba maior.


E a reforma definitiva valoriza o patrimônio da União, melhora a qualidade do apartamento e dá a ele uma sobrevida de, pelo menos, cinco anos.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment