Ao fugir de assaltantes, homem cai em cisterna e passa a noite na água

Acidente aconteceu na quarta e resgate, nesta quinta, em Anápolis, GO.
Queda foi amortecida pela água e pelas paredes do poço, diz bombeiro.


Um homem de 41 anos caiu em um poço de cerca de 10 metros na noite de quarta-feira (28) em Anápolis, a 55 km de Goiânia. A vítima só foi resgatada na manhã desta quinta-feira (29), depois de ficar com água até a altura da cintura durante dez horas.

Dezenas de curiosos foram acompanhar o resgate feito pelo Corpo de Bombeiros. Cinco homens trabalharam para tirar o homem de dentro do poço. Foi a mulher do sargento da Polícia Militar (PM), Evandro Caixeta, quem ouviu os gritos de socorro.

“Ela comentou com uma amiga que faz caminhada com ela que tinha alguém pedindo socorro. Aí, ela se aproximou desse mato e ouviu o barulho do homem, ligou para mim e acionei os bombeiros”, conta Caixeta.

Segundo os bombeiros, o homem contou que foi assaltado durante a noite na Avenida Brasil, uma das mais movimentadas de Anápolis, e, na tentativa de fugir do bandido, correu em direção ao matagal, como estava escuro não viu a cisterna e caiu. O poço estava encoberto pelo mato alto.

Resgate
A estrutura do poço dificultou até o trabalho dos bombeiros, que têm técnicas de resgate. A operação foi feita com cuidado para evitar que pedaços de tijolos caíssem no homem. Depois de meia hora, o homem foi resgatado. Aparentemente, com fraturas nas duas pernas.

“Tinha um pouco de água [no poço], a água batia mais ou menos na altura da cintura, deve ter amortecido. Pelo espaço onde ele foi caindo, vai caindo, vai batendo, resvalando pela parede e isso também vai amortecendo a queda. Ele está bem, está consciente. O pior foi ter passado a noite inteira no frio, nessa escuridão”, observa o aspirante a oficial do Corpo de Bombeiros, Hendrigo de Matos.

O homem sentia muitas dores e foi levado para o Hospital de Urgência de Anápolis e segundo, os bombeiros não corre risco de morte.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment