ASSASSINATO NO CALDAS COUNTRY 2012

Era pouco mais de 21 horas quando o casal de Itumbiara (145 KM de Caldas Novas), Marcella Souza de Lima Oliveira, 21 e Carlos Roberto Soares de Oliveira Junior, 25 anos, saíram do condomínio Bandeirante localizado na Avenida Tiradentes para dar uma volta nas proximidades. O casal estava em Caldas Novas comemorando 1 ano de casamento. 

O casal então se aproximava da choperia Ipê local onde começava o tumulto que se aglomere em frente ao clube Prive quando começou uma confusão, ouviu-se aquilo que parecia disparos, “Ouvi dois estampidos que pareciam bombinhas” disse Carlos, marido de Marcella ao plantão policial. Depois dos disparos Marcella caiu nos braços do marido que percebeu que havia sangue saindo de sua cabeça. Desesperado Carlos gritava por ajuda e não demorou muito para que policial militares e equipes do SAMU chegassem ao local do fato.


Nos exames preliminares os paramédicos detectaram que Marcella havia sido atingida por dois tiros direto na cabeça. Carlos até aquele momento não soube informar de onde havia saído aqueles tiros e disse que havia uma confusão a sua frente, mas que não se aproximou. Enquanto Marcella era encaminhada para a Unidade de pronto Atendimento os paramédicos lutavam pela vida da moça de 21 anos, policiais tentavam no meio da multidão chegar aos autores, fato que parecia impossível. Policiais Militares do Serviço de Inteligência da PM de Caldas Novas começaram os levantamentos no local e através de testemunha a Maria Cristina Roque Ferreira, 43 anos, com ela os policiais encontraram a arma do crime, uma pistola calibre 380 da marca Taurus com um alongador que tem capacidade para mais 17 munições. 


Enquanto isso Marcella não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no hospital. 



As equipes do Grupo de Intervenção Rápida e mais 11 policiais estavam na operação para tentar capturar o autor que matou Marcella. Poucos minutos depois em frente ao clube Prive os PMs localizaram Jonathan Floz de Novaes, 21 anos, que ao ser abordado e indagado confessou ter sido ele o autor dos disparos que matou Marcella. O assassino disse que atirou porque um indivíduo havia mexico com sua namorada e como ele não viu quem era atirou sem rumo atingindo quem estivesse na frente... Ele confessou ter dado pelo menos três disparos.

FONTE DA REPORTAGEM ALISON MAIA - REPORTER POLICIAL
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment