Polícias prendem em Uberlândia o maior traficante de Caldas Novas (GO)

Afirmação é da Polícia Civil.
Traficante tem condenações por tráfico e é suspeito de cometer homicídios.

A Polícia Civil (PC) de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, prendeu Jackson Januário da Silva, considerado pela comarca do interior do estado de Goiás o maior traficante da cidade de Caldas Novas. O suspeito foi apresentado na manhã desta segunda-feira (3), na Delegacia de Polícia Civil de Uberlândia.

O delegado chefe da Polícia Civil, Samuel Barreto de Souza, informou que Jackson foi preso na última sexta-feira (30), no Bairro Cidade Jardim, durante uma operação conjunta com as polícias Civis de Caldas Novas e Uberlândia. Ele também é suspeito de cometer outros crimes, dentre eles o assassinato de uma garota de 17 anos. “As informações que nos foram passadas confirmaram que realmente trata-se do maior narcotraficante de Caldas Novas. Há também um mandado de prisão preventiva porque em agosto ele teria tentado matar um desafeto em Caldas Novas. Esse desafeto se encontrava com a namorada e o tiro acertou a garota”, disse o delegado.


Segundo a polícia goiana, o desafeto em questão é suspeito de uma série de atentados e tiroteios pela cidade e está no centro de uma briga pelo domínio do tráfico de drogas no município, tendo como opositor Jackson, que lidera a quadrilha rival e também tem praticado ou mandado praticar outros homicídios.

De acordo o delegado Samuel Barreto, as informações são de que Jackson estaria foragido em Uberlândia com a pretensão de montar uma base para distribuir drogas na região. Ele será levado para a comarca responsável. “Como o mandado de prisão é de Caldas Novas, o juiz da execução já foi comunicado e irá autorizar o encaminhamento dele para ficar à disposição da Justiça e para que a autoridade policial daquele município conclua as investigações”, afirmou Barreto.

Além de homicídio e tráfico de drogas, o suspeito responderá pelos crimes de assalto e porte ilegal de armas.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment