Romário começa a coletar assinaturas para CPI da CBF

Deputado federal quer investigar contratos da entidade com empresa aérea
O deputado federal Romário (PSB-RJ) começará nesta terça-feira (4) a coletar assinaturas para a CPI da CBF. O ex-jogador da seleção brasileira informou que irá abordar pessoalmente todos os deputados no Plenário da Câmara. De acordo com comunicado divulgado pelo gabinete do parlamentar, “O inquérito irá apurar as recentes denúncias de que a entidade tem sido utilizada como instrumento para beneficiar seus gestores e terceiros a eles relacionados”.

Romário afirmou que as denúncias envolvendo a entidade máxima do futebol brasileiro não podem mais ser ignoradas. De acordo com ele, o Poder Público precisa ter uma conduta mais efetiva para fiscalizar, principalmente por conta dos grandes eventos esportivos que estão para acontecer no País, como a Copa do Mundo de 2014.

É possível assegurar que a Seleção impulsiona, juntamente com os símbolos nacionais [bandeira e hino], a maior manifestação do sentimento patriótico do povo brasileiro. Esse sentimento não pode ser frustrado, em decorrência da exploração indevida de uma entidade de administração.

Um dos alvos do inquérito será o contrato de patrocínio da empresa aérea TAM com a seleção brasileira. Segundo informou o jornal Folha de S. Paulo, a CBF firmou um contrato com a empresa para receber cotas no valor de cerca de R$ 15 milhões, mas o dinheiro estava sendo depositado na conta do Grupo Águia, de propriedade do empresário Wagner Abrahão, amigo de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment