Mel Lisboa diz: "Estou num clima prostituição há dois anos"



Em São Paulo encerrando a temporada do espetáculo "Cine Camaleão – A Boca do Lixo", Mel Lisboa não deve sair tão cedo do clima de tensão que envolve o espetáculo. Vivendo uma prostituta no espetáculo, em cartaz desde 2011, parece que a atriz não precisará de nenhuma preparação extra para seus próximos trabalhos. Dando início aos ensaios de "Homem Não Entra" e com as gravações de "Vida Bandida", nova novela da Record, ela vive outras duas garotas de programa.

"Estou totalmente num clima prostituição, submundo, há dois anos", disse em entrevista ao iG durante uma exposição do fotógrafo Luiz Tripolli. "As coisas estão se encontrando. O `Cine` se passa em 1978 e a novela, em 1977. Minha personagem vai se tornar uma prostituta, mais uma cortesã, uma prostituta de luxo, que seria hoje as famosas `putas` de luxo", explica.

De tão envolvida, Mel já sabe de cor a história do mercado do sexo na capital paulista, parte de seus papéis. "Na nova peça `Homem não Entra", voltamos a falar do assunto da própria cidade, da rua, de quando acabaram com as casas de prostituição do [bairro paulistano do] Bom Retiro e elas migraram pra região dos Campos Elísios, onde estamos fazendo a `Boca`. Toda a criminalidade se instalou atrás das prostituas", contou. Além disso tudo, a morena ainda participará de um bloco de carnaval junto com seus colegas de elenco do "Cine Camaleão", todos caracterizados como seus personagens.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário