Em discurso, príncipe Harry diz que espera que a mãe, Lady Di, esteja orgulhosa dele

Até a sua morte, em 1997, Lady Di sempre promoveu campanhas para ajudar os mais necessitados. Seguindo os passos dela, o príncipe Harry está de passagem pela África para lançar um projeto que visa a auxiliar crianças portadoras do vírus HIV. Durante os três dias de sua visita a Lesotho, país do sul do continente, ele conversou com vários alunos de escolas locais.

Depois de sua passagem pelo lugar que abrigará o Mamohato Center, o herdeiro compareceu a um jantar de gala para arrecadar fundos para a construção do centro de apoio. O nome foi escolhido em homenagem à mãe do cofundador, príncipe Seeiso, a rainha regente de Lesotho, Mamohato Bereng Seeiso, que morreu em 2003. "Ela era amada como a mãe da nação e espero que esteja orgulhosa do que estamos tentando fazer em seu nome", relatou o jornal "Mirror".

"Espero que a minha mãe também esteja orgulhosa. Talvez estejam juntas lá me cima, já com os projetos, plantas de construção e esboços. Espero que estejamos colocando os balanços no lugar certo", brincou Harry, emocionado, finalizando seu pronunciamento com uma frase de efeito: "Falar sobre HIV e entendê-lo não é perigoso. Negá-lo ou não saber sobre ele, definitivamente é."
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário