Escândalo: ex-técnico do Barcelona estaria espionando Shakira e Piqué

Segundo informações do jornal espanhol "El Confidencial", o ex-técnico do Barcelona, Josep Guardiola, teria passado dos limites e invadido a privacidade de jogadores ao contratar detetives para espioná-los. Entre os atletas que estavam tendo suas vidas minuciosamente controladas para que rendessem ao máximo em campo estaria Gerard Piqué, marido de Shakira.

De acordo com a publicação, logo que os dois começaram a se envolver, em 2010, o técnico exagerou na preocupação com o jogador. "Ele estava obcecado para que os jogadores mantivessem uma vida privada nos eixos e acreditava que eles não deviam sair para se divertir, porque depois rendiam menos no campo", afirma uma fonte, que garante que as coisas não paravam em uma mera atenção excessiva. "Guardiola inclusive chegava a telefonar para a casa de alguns de seus jogadores para saber se eles estavam efetivamente lá ou se tinham saído para tomar um drink em algum lugar."

Quando os dois astros assumiram o namoro publicamente, a perseguição teria ficado ainda mais intensa. Assim, o pai de Milan, de dois meses, teria percebido que havia algo errado e comunicado os dirigentes. "O representante de Piqué informou o clube que o jogador estava sendo perseguido por desconhecidos. O próprio jogador falou sobre isso com Guardiola. Para camuflar o problema da espionagem, o dirigente do time teve uma grande ideia: disse ao representante que, depois de ter feito perguntas, descobriu que os perseguidores eram dos tablóides espanhóis e prometeu controlar a situação e cuidar da segurança de Piqué", finalizou a fonte que trouxe o caso à tona.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário