Preso suspeito de matar 3 pessoas para vingar morte de torcedor, em GO

Um homem de 20 anos será apresentado pela polícia, nesta sexta-feira (28), suspeito de envolvimento na morte de um torcedor doVila Nova Futebol Clube, de 25 anos, da namorada dele, de 18, e do sogro, de 48. O triplo homicídio aconteceu no dia 25 de agosto do ano passado, em Aparecida de Goiânia, e, segundo a polícia, foi uma vingança de torcedores do Goiás à morte de um integrante da torcida esmeraldina, ocorrida no mesmo dia. O suspeito está preso no 4º Distrito Policial da cidade.

O delegado-adjunto do Grupo de Investigação de Homicídios de Aparecida de Goiânia (GIH), Rogério Bicalho, disse em reportagem que o jovem preso foi delatado por um rapaz que confessou ter participado do crime, mas que, por ter ajudado nas investigações, responderá em liberdade. Outros dois suspeitos, que são irmãos, estão foragidos. A polícia acredita que eles não estejam em Goiânia.

Bicalho explicou que os três homicídios foram uma vingança à morte de um torcedor do Goiás, que havia ocorrido horas antes, também no dia 25 de agosto. Segundo o delegado, o torcedor esmeraldino, de 19 anos, foi baleado e morto no Setor Papillon Park, em Aparecida de Goiânia, por volta das 20 horas, depois de uma confusão em um terminal de ônibus entre torcidas rivais.

Para se vingar do crime, cerca de duas horas depois, torcedores do Goiás foram a uma casa no Setor Pontal Sul, também em Aparecida de Goiânia, e mataram três pessoas: o líder de uma torcida organizada do Vila Nova, a namorada dele e o sogro.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário