Cardeal argentino é eleito papa da Igreja Católica


O cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio foi anunciado na noite desta quarta-feira (13), tarde no Brasil, como o novo papa da Igreja Católica. Ele vai utilizar o nome de Francisco 1º.

Bergoglio assume o comando da Igreja Católica e do Vaticano 13 dias após a renúnica de Bento 16 (o alemão Joseph Ratzinger), que deixou o cargo em 28 de fevereiro e após declarar não ter mais forças para seguir no posto.


A decisão saiu no segundo dia do conclave, iniciado na tarde de terça-feira (12). Foram necessárias cinco votações para que os 115 cardeais eleitores chegassem a um nome de consenso: uma na tarde de ontem, duas na manhã de hoje e mais duas na tarde de hoje.

Além da fumaça branca, expelida às 19h06 locais (15h06 em Brasília), a escolha do novo papa foi anunciada pelos sinos da Basílica São Pedro.

A multidão de católicos que lotava a praça São Pedro se aproximou então da varanda da Basílica de São Pedro, onde o novo papa foi apresentado aos fieis.

Pouco mais de uma hora após a fumaça branca ser expelida, o francês Jean-Louis Tauran, o mais velho entre os cardeais, declarou na varanda da Basílica São Pedro a famosa frase “Habemus papam”, que em latim significa “Temos papa”.

O francês então disse em latim o nome do cardeal argentino, "Georgium", e anunciou que ele irá utilizar o nome de Francisco 1º.

Nenhum papa jamais adotou o nome de São Francisco de Assis, o reformador do século 13 que viveu na pobreza e disse aos seguidores: "Pregue sempre o Evangelho. Se necessário, use palavras".

                              
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário