Rodrigo Caio inocenta Charles por cotovelada

Durante o clássico entre São Paulo e Palmeiras no último domingo, no Morumbi, em uma disputa de bola aéra, o volante são-paulino Rodrigo Caio acabou sendo atingido por uma cotovelada do meia Charles, do Palmeiras. O choque acabou cortando o lábio inferior do atleta, que sangrou bastante e foi atendido no lado de fora do gramado.

"A mãe é a que sofre mais, vendo o filho sangrando daquele jeito. A namorada também, mas no futebol isso é o que mais acontece", disse Rodrigo Caio. Segundo o jogador, a cotovelada não foi proposital. "Conversei com ele (Charles) depois, ele pediu desculpas. Eu vi que no lance ele não teve intenção nenhuma", afirmou.

Na partida, que terminou empatada sem gols, Rodrigo Caio foi escalado na posição de volante, para substituir Denílson. Mas, com a expulsão do zagueiro Lúcio, foi deslocado para proteger a zaga e atuou como uma espécie de terceiro zagueiro, ao lado de Rhodolfo e Edson Silva. 

Mesmo com elogios do técnico Ney Franco, Rodrigo Caio disse preferir atuar em frente aos zagueiros. Com a suspensão de Wellington na Libertadores, Rodrigo poderá inciar a partida entre os titulares. "Sempre gostei de atuar como volante. Mas, independentemente da posição, vou estar preparado", declarou.

Após o término do jogo, os torcedores são-paulinos, insatisfeitos com o empate, vaiaram a equipe. Ney Franco, que iniciou 2013 com moral, já recebe cobranças e críticas, inclusive da própria diretoria. "Todo treinador depende de resultado. Se fizermos um bom resultado na quinta, tudo isso mudará. Estamos com ele, vamos buscar a vitória", finalizou Rodrigo Caio.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário