Valor de empresas de Eike cresce R$2,8 bi por acordo com BTG

São Paulo - As ações de empresas controladas pelo empresário Eike Batista dispararam na Bovespa nesta quinta-feira, após sua holding EBX fechar acordo com o BTG Pactual para receber crédito e assessoria financeira.

O acordo de Eike com o banqueiro André Esteves ajudou a elevar o valor de mercado das companhias da EBX em cerca de 2,5 bilhões de reais nesta quinta-feira, na comparação com o fechamento da véspera, segundo cálculos da Thomson Reuters.

A parceria, anunciada na noite da véspera, também prevê futuros investimentos de capital de longo prazo para projetos da EBX, aliviando preocupações sobre os desafios financeiros e operacionais do grupo.

O acordo ocorre num momento em que as empresas de Eike --a maioria em fase pré-operacional-- sofrem com a crescente desconfiança do mercado, diante de atrasos em projetos e resultados operacionais abaixo do esperado.

"(O acordo) faz sentido, as coisas não andaram tão rápido como o esperado e o dinheiro está acabando," disse Pedro Galdi, analista de companhias de petróleo e mineração da SLW Corretora em São Paulo. "As companhias do Eike precisam de muito capital e de um parceiro de crédito." A ação da petrolífera OGX subiu 16,44 por cento, a 3,40 reais, a mineradora MMX disparou 17,04 por cento, 3,64 reais, e a companhia de logística LLX teve forte alta de 10,41 por cento, a 2,44 reais.

O forte avanço dos papéis impulsionou o Ibovespa, referencial do mercado paulista, que subiu 1,56 por cento. As units do BTG tiveram valorização de 2,04 por cento.

Fora do índice, a empresa de estaleiros OSX ganhou 10,18 por cento, enquanto a companhia de energia MPX subiu 1,54 por cento. CCX, por outro lado, fechou em queda de 0,25 por cento.

Para o estrategista Luis Gustavo Pereira, da Futura Corretora, a parceria é "muito interessante" para o grupo EBX e ajuda a dissipar preocupações do mercado com relação a caixa e acesso a financiamentos para as empresas de Eike.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário