CIÚMES!

Alaíde era uma mulher de um ciume irracional, era uma boa pessoa, esposa dedicada, companheira, mas perdia completamente a razão com suas desconfianças, se descontrolava só de imaginar seu marido Tião Gavião com outra, o ameaçava constantemente, ficava furiosa. Tião Gavião era bem apessoado, quase bonito, sorridente e paciente com as inseguranças da mulher, carinhoso, sem muitas pretensões, sem muitas ambições, gostava daquela "leoa", nunca perdia o bom humor . Certa vez fora comprar cigarros numa padaria próxima a casinha "meia água" em que viviam, ali na Av Afonso Pena, esquina com a JK. Tião Gavião demorava e Alaíde saiu em seu encalço, o coração já acelerado e com mil coisas passando pela cabeça quando de longe viu o marido conversar com uma moça na calçada em frente a porta do comércio...Alaíde ficou cega, o coração agora ameaçava parar...Não conseguiu ir até lá e fazer um escândalo, ao invés disso resolveu voltar pra casa. Quando a polícia chegou e encontrou Tião Gavião morto e Alaíde com vestido cheio de sangue ela dizia: "Foi um acidente, ele caiu encima de uma faca, caiu 3 vezes seguidas..."

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário