Cresce reprovação de gestões de Paulo e Marconi

Saúde foi apontada por 89,7% pelos moradores de Goiânia como a maior preocupação, seguida da segurança pública (46,8%), dos serviços urbanos (33%), educação (13,5%), infraestrutura (11,4%)

A administração do prefeito Paulo Garcia (PT) foi avaliada como regular por 40,4%,  bom por 28,4%, ruim por 11,2%, 9,2% como péssimo, não opinam 5,7% e ótimo por 5% pelo goianiense, segundo levantamento feito pelo Instituto Serpes nos dias 1º e 2 de março últimos. A avaliação negativa subiu para 20,4% (soma de ruim e péssimo). Paulo Garcia é bem avaliado por 33,4% dos entrevistados, mas a queda foi de 2,7% pontos porcentuais em relação a janeiro. 
A margem de erro é de 4,89 pontos porcentuais, para mais ou para menos. Houve, portanto, uma ascensão de 1,5% ponto porcentual do quesito regular, em relação à última pesquisa. 401 pessoas foram entrevistadas.
Na pesquisa anterior, realizada dia 1º de janeiro deste ano, a gestão de Paulo Garcia obteve aprovação regular de 38,9%, bom 31,9%, ruim 6%, péssimo 10,5%, não opinam 8,5% e ótimo 4,2%.
A pesquisa Serpes revela que Paulo Garcia tem maior reprovação entre mulhres jovens com curso superior ou ensino fundamental. Os melhores índices do petista foram alcançados entre homens com idade entre 16 e 24 anos e ensino médio.
GOVERNO MARCONI
31,2% dos moradores de Goiânia apontam como regular o governo Marconi, 25,4% como bom, 21,7% como péssimo, 15% como ruim, 3,7% como ótimo e 3% não opinam. A avaliação negativa subiu, portanto,  36,7% (soma de péssimo e ruim).
Na rodada anterior, em janeiro, 32,7 dos goianienses indicavam como bom o governo Marconi, 25,9% como bom, 29,9% como péssimo, 10,2% como ruim, 3,7% como ótimo, 6,5% não opinam.
A avaliação negativa do governador tucano é a mais alta desde 17 de setembro de 2012, quando o porcentual somou 37,1% de ruim e péssimo. Com queda de 0,5 ponto porcentual em relação a janeiro e variação dentro da margem de erro, a aprovação da administração do governador é de 29,1%.
O levantamento mostra que a maior reprovação do governo Marconi está entre as mulheres com idade entre 25 e 35 anos e curso superior. Já os melhores índices de Marconi foram encontrados entre os homens que têm entre 16 e 24 anos e ensino médio completo.
SAÚDE PREOCUPA
A saúde é o tema que mais preocupa os goianienses. Na pesquisa espontânea, 89,7% dos entrevistados apontaram alguma problema relacionado com a saúde. Na rodada de janeiro, feita pelo Serpes, a saúde apareceu em primeiro lugar, com 76,8% disseram que precisam melhorar os serviços de saúde na Capital.
Pesquisa mostra que 46,8% dos goianienses apontam a segurança pública como prioridade para investimentos e melhorias. 
Em seguida, com 33%, aparecem os serviços urbanos, que incluem coleta de lixo, limpeza das ruas, melhorias das ruas, melhorias para o trânsito e mais ônibus no transporte coletivo.
Em quarto lugar, está a educação, com 13,5%. A infraestrutura urbana física foi citada por 11,4% dos entrevistados.
GOVERNO DILMA
Governo Dilma Rousseff (PT) está melhor avaliada agora do que em janeiro. Levantamento recente mostra que a aprovação da presidente da República em Goiânia subiu de 51,7% em janeiro para 56,3%, sendo 13,2% de ótimo e 43,1% de bom.
Com uma variação dentro da margem de erro, a reprovação da presidente aumentou 2,2 pontos porcentuais e agora é de 12,9%. Entre os 401 entrevistados, 5,2% afirmaram que a administração de Dilma é ruim e outros 7,7% disseram que o trabalho dela é péssimo.
Pesquisa também revela que 28,4% dos eleitores consultados disseram que o desempenho da presidente é regular, registrando uma queda de 3,6% pontos porcentuais em comparação com o último levantamento.
A pesquisa aponta que o pior desempenho da administração federal foi entre mulheres que têm de 25 a 34 anos ou mais de 50 e curso superior.
A maior aprovação de Dilma foi encontrada entre as mulheres com curso superior, mas a gestão é melhor avaliada por aquelas que têm entre 16 e 24 anos.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário