Em 7 meses, Detran-GO comprova 1.241 fraudes em processos para CNH

Goiânia tem praticamente um carro por habitante e todo mês 50 mil novos motoristas saem às ruas no estado. O Departamento Nacional de Trânsito (Detran-GO) começou uma fiscalização mais severa nos processos de renovação e retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Somente de setembro de 2012 a março deste ano, cinco mil processos foram recolhidos com suspeita de irregularidade. Destes, foram comprovadas fraudes e cancelados 1.241 processos. De acordo com o Detran, metade das pessoas ainda não procurou o órgão para apresentar justificativa.

“Nós notificamos no Diário Oficial que 1.125 vão ter até o dia 9 de maio para comprovar novamente que não existe fraude com relação ao endereço e à carga horária dos cursos teórico e prático”, argumenta o diretor de Operações do Detran-GO, Sebastião Vaz.

Entre as irregularidades estão a carga horária das aulas menor que o exigido, falsificação de exames médicos e psicológicos e de comprovante de residência.

Por lei, o candidato deve fazer prova na cidade onde mora. “Essa é uma alegação dos CFC’s naquele primeiro momento para tirar candidatos de Goiânia e levar para a Região Metropolitana ou captar candidatos de outros estados da federação para as cidades de divisa com Goiás”, explica o diretor.

O presidente da Associação de Formação de Condutores rebate e diz que a falsificação parte do próprio candidato. “Ele vai atrás pega o comprovante de endereço e traz. Não tem como nós irmos a fundo e saber se aquele comprovante é ou não daquele candidato”, explica Jader Neves. Ele afirma que muitos candidatos da capital preferem fazer provas em cidades vizinhas, porque o trânsito é mais tranquilo.

Aulas
Para quem vai tirar a primeira habilitação, o processo parece longo. Começa com exames médico e psicológico, 45 horas de aula teórica que ensina sobre a legislação de trânsito, 20 horas de aula pratica e duas provas.

O estudante Edivaldo José Gonçalves está aprendendo a dirigir na autoescola e sabe a importância de fazer tudo dentro da lei. “Não que a pessoa vai ser um mau motorista, mas é preciso agir dentro da lei”.

O Detran também informou que está modernizando o processo da retirada das carteiras de motoristas para evitar irregularidades. A meta é implantar, ainda neste semestre em todo o estado, o sistema de biometria – que usa a impressão digital - para identificação dos candidatos.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário