UEG anula lista de aprovados em 2 concursos da Polícia Civil de Goiás

O comunicado para o concurso de agente cancela a primeira lista de selecionados para a etapa seguinte e divulga uma nova. Segundo o Núcleo de Seleção, a alteração se deu por mudanças no gabarito oficial da prova A, na questão 43, que teve como alternativa correta a letra “c” e não a “b”, como havia sido divulgado. "A retificação deveu-se à interposição de recursos manifestados pelos candidatos", diz a nota.No caso do concurso para escrivão, o resultado publicado no dia 17 de abril está suspenso. Houve destituição da banca que elaborou as questões de direito penal e, de acordo com o comunicado, uma nova banca foi formada para avaliar oito questões do tema. Após a nova correção, outra lista de selecionados deverá ser divulgada.

A prova para escrivão vinha sendo alvo de reclamações e recursos dos candidatos. “Na parte de direito penal há várias questões que não condizem com a jurisprudência dos tribunais e até mesmo com o próprio Código Penal", disse, em entrevista à TV Anhanguera, uma candidata que preferiu ser identificada.

A anulação dos resultados aumenta a polêmica envolvendo os concursos organizados pela UEG. No início do ano, sete seleções, entre elas as de agente e escrivão da Polícia Civil, acabaram anuladas após suspeita de fraudes nos gabaritos.

Após as denúncias da repetição de sequências idênticas nos gabaritos dos sete concursos, a UEG trocou a direção do Núcleo de Seleção de definiu um novo calendário foi divulgado, e os candidatos tiveram de fazer a prova pela segunda vez.

Com base nas denúncias, o Ministério Público de Goiás (MP-GO) pediu o afastamento da instituição da elaboração dos concursos do estado. No entanto, o Tribunal de Justiça decidiu manter a UEG à frente dos certames.

A assessoria de imprensa da UEG informou que, apesar dos problemas nas seleções para os cargos de agente e escrivão, a prova para delegado da Polícia Civil, marcada para domingo (21), está mantida.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário