Usina abre comportas e causa danos ao meio ambiente, em Luziânia (GO)

A abertura das comportas da Usina Hidrelétrica de Corumbá III, que fica em Luziânia, na região leste de Goiás, causou danos ao meio ambiente, às margens do Rio Corumbá. Por conta do procedimento, feito nesta semana, o nível do rio subiu dez metros e árvores nativas como pés de angico e jatobá foram puxados pela correnteza. Vários trechos do barranco também cederam.

Fiscais da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) estiveram no local e começaram a levantar os prejuízos ambientais causados.

Segundo a fiscalização, a hidrelétrica vai ser notificada a recuperar a área degradada. Caso fique comprovada a responsabilidade da usina, a multa pode chegar a R$ 50 mil.

Em conversa com funcionários da empresa responsável pela usina, foi confirmada que a abertura das comportas foi uma medida de segurança, pois o reservatório da usina havia chegado ao limite.

Com a previsão de chuva para os próximos dias, os ribeirinhos estão assustados, pois o nível do rio não para de subir. "Vai só acabando [o meio ambiente], destruindo tudo cada vez mais. A mata aqui está indo embora", lamenta o caseiro Wilton Lemos.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário