Brasil Extrapolado, TEXTO FICTÍCIO MAIS O CURSO DE INGLÊS É VERDADEIRO.



Lucrécia era prostituta, começara por necessidade mas depois tinha orgulho do profissionalismo que adquirira com a experiência, fez o primeiro programa aos 18 anos ainda em Itumbiara, por ser muito bonita conseguiu trabalho na casa mais famosa da região, o Real Prive em Goiânia
. Na época mentia dizendo ser universitária, até porque tudo no Brasil que se agrega a palavra Universitário é visto com bons olhos ou como sinônimo de superioridade, seja Sertanejo universitário, forró universitário ou até mesmo garota de programa nível universitário, Lucrécia tem dois apartamentos no setor oeste da capital. Semana passada tentou ir pra Belo Horizonte, soube que a cidade está oferecendo cursos de inglês pras prostitutas brasileiras receberem os turistas pras Copas das Confederações e Copa da Mundo, Lucrécia pensou nos dólares e euros... Infelizmente e por coincidência foi presa ao tentar atravessar o estado justamente na sua cidade natal, uma amiga que estava com ela portava 01 kg de pasta base de cocaína, Durante o interrogatório o policial federal perguntou se ela tinha família, Lucrécia respondeu que sim, a mãe era professora, a irmã professora, a tia professora, o pai professor aposentado, uma prima professora...O policial assustado e um pouco comovido continua: "Mas minha filha, numa família de professores, porque é que você virou puta??" Lucrécia sem titubear responde: "Eu tive sorte!!"

Alex Voltagem.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário