Protesto de alunos e professores da UEG fecha BR-153, em Porangatu



Alunos e professores da UEG de Porangatu, no norte de Goiás, protestaram contra os baixos salários e a falta de estrutura do prédio, nesta terça-feira (14). Os manifestantes fecharam a BR-153 nesta manhã por cerca de 30 minutos. O trânsito no local ficou congestionado.

Com faixas e cartazes, os manifestantes seguiram em passeata por ruas da cidade. Além dos problemas com a estrutura do prédio, os professores reclamam dos baixos salários.
Segundo o educador Welinton Barbosa Rodrigues, dos 100 docentes da instituição pouco mais de 20 são concursados. Ele diz ainda que maioria trabalha com contrato vencido e recebem menos da metade dos efetivos.
Os alunos, por sua vez, reclamam que a UEG de Porangatu não possui rampa de acesso para deficientes. Faltam laboratórios e outros espaços essenciais para os cursos de biologia e educação física.
A reportagem tentou contato com a UEG na cidade, mas as ligações não foram atendidas.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário