Três municípios terão novas eleições para prefeito e vice-prefeito em Goiás



Eleitores de três municípios em Goiás voltarão às urnas para escolher o prefeito e o vice-prefeito. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO) marcou para o dia 7 de julho as eleições suplementares em Nazário, na região central do estado, em Flores de Goiás e São Domingos, ambos no nordeste goiano.

Nos três municípios, os candidatos que tiveram mais de 50% dos votos em outubro de 2012 acabaram impedidos de exercer o cargo. Por determinação da Justiça Eleitoral, o presidente da Câmara de Vereadores de cada cidade assumiu a prefeitura provisoriamente até que cada situação fosse definida.A secretária do Judiciário do TRE-GO, Flávia Dayrell, explicou ao G1 que, em Nazário e São Domingos, os prefeitos eleitos foram cassados por abuso de poder econômico. A denúncia foi feita durante a campanha. Eles chegaram a ser diplomados, mas o pleno do tribunal decidiu pelas novas eleições.
No caso de Flores de Goiás, o candidato mais votado foi barrado pelo TRE com base na Lei da Ficha Limpa. Ele recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas a instância superior manteve o indeferimento do registro de candidatura. "A lei permite que ele concorra sub judice, como aconteceu nesse caso, mas ele nem chegou a ser diplomado", explicou a secretária.

Por causa do impasse envolvendo o prefeito eleito e uma decisão judicial que diplomou o segundo colocado, que depois acabou derrubada no TRE, os moradores da cidade viveram meses de incerteza. Nos três primeiros meses do anoa, a cidade teve seis posses.
Convenções
Em Nazário e Flores de Goiás, os partidos têm até esta terça-feira (28) para escolher os candidatos que vão disputar as eleições em julho próximo. Os políticos que participaram do pleito de outubro do ano passado e perderam podem concorrer novamente. Em São Domingos, o prazo para as convenções partidárias vai de 30 de maio a 2 de junho.
Os candidatos escolhidos pelos partidos podem pedir voto e distribuir santinhos a partir do dia 1º de junho. Mas a propaganda eleitoral só poderá ser veiculada no rádio e na televisão a partir do dia 4 de junho.
Quem vota
Somente poderão votar no dia 7 de julho as pessoas que regularizaram a situação com a Justiça eleitoral até o dia 6 de fevereiro deste ano. "A lei diz que estão aptos a participar aqueles eleitores regulares no cadastro até 150 dias antes do pleito", alerta Flávia Dayrell.
Segundo a assessoria de imprensa do TRE-GO, ainda não há uma estimativa de quanto essas novas eleições vão custar aos cofres públicos.

Bom Jesus
Uma quarta cidade pode realizar eleições suplementares no estado. Sete meses após o primeiro turno das eleições municipais, Bom Jesus de Goiás segue sem prefeito definido.

Os dois candidatos que concorriam ao cargo de prefeito tiveram os registros indeferidos. Os votos que eles receberam foram considerados nulos. Eles aguardam decisão do TSE para saber se impugnação será mantida.

Fonte: G1/GO
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário