Agricultor que ficou com serra na barriga respira por aparelhos no RS


O homem que percorreu cerca de 50 quilômetros com uma serra elétrica cravada na barriga está em estado crítico e respira com a ajuda de aparelhos, segundo o hospital. Ele está internado desde segunda-feira (10) no Hospital Vida e Saúde, em Santa Rosa, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul.

O problema cardíaco apresentado pelo agricultor Gregório Steinmedc evoluiu para um quadro de isquemia mesentérica, que, segundo os médicos, é a falta de circulação de sangue na região do intestino. Para tentar desobstruir os vasos que ligam o coração ao intestino, Gregório Steinmedc passou por uma nova cirurgia no final da tarde de quinta-feira (13).
Morador do município de Campina das Missões, o homem de 56 anos precisou viajar até a cidade vizinha e aguardar por uma cirurgia por cerca de duas horas na segunda-feira (10) para retirar a serra que ficou cravada na barriga. Ele usava a motosserra para cortar lenha no galpão de casa quando sofreu o acidente.
Gregório Steinmedc pediu ajuda à esposa Frida Maria Steinmedc. O casal deixou a residência em Campina das Missões e, após um primeiro atendimento no município, soube que teria de viajar até o hospital em Santa Rosa.
A cirurgia durou duas horas e meia. Segundo o cirurgião Maurício Romano, responsável pelo procedimento, o corte causado pela motosserra teve 10 cm de profundidade, mas não perfurou nenhum órgão vital. A postura da mulher do agricultor e das enfermeiras que o atenderam ainda em Campina das Missões salvaram a vida dele, diz o médico.
Além do problema com a serra, Gregório Steinmedc sofre com alterações cardíacas é hipertenso e já passou por um transplante de rim, segundo o Hospital Vida e Saúde.

FONTE:G1


ESSE BLOG TEM O APOIO DE:
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário