Mulher é presa suspeita de vender atestados médicos falsos em Goiás


Uma mulher de 24 anos foi presa, na noite de sábado (5), enquanto vendia um atestado médico falso em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. De acordo com a Polícia Militar (PM), ela anunciava a venda dos documentos pela internet.

O porta voz da PM, coronel Divino Alves, informou que uma pessoa denunciou a fraude à polícia. Para checar a situação, um policial do serviço de inteligência da PM se passou por comprador e marcou um encontro com a suspeita, em um shopping de Aparecida de Goiânia.
A jovem compareceu ao encontro e foi detida em flagrante. "Ela não imaginou que fosse ser presa, que se tratava de um policial se passando por comprador", afirmou o coronel. O porta voz da PM informou que cada atestado médico era vendido por cerca de R$ 25.
Após ser detida, segundo o coronel, os policiais foram à casa da suspeita, no Setor Marista, bairro nobre de Goiânia. No local, os militares encontraram mais de 140 formulários falsos.
Encaminhada ao 4º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, a mulher foi autuada. Devido à greve da Polícia Civil, ela foi liberada.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário