Bombeiros localizam corpo de jovem que se afogou no Rio Corumbá, GO

Rapaz de 26 anos foi localizado após dois dias de buscas, em Pires do Rio.
Bombeiros alertam que o rio é fundo e correnteza no local é muito forte.


Após dois dias de buscas, o Corpo de Bombeiros localizou, nesta terça-feira (17), o corpo de um rapaz de 26 anos que se afogou no Rio Corumbá, em Pires do Rio, no sudoeste de Goiás. Segundo os bombeiros, o corpo foi encontrado às margens do rio, a cerca de cinco quilômetros do ponto onde o homem foi visto pela última vez.
O afogamento aconteceu no domingo (15). Segundo a corporação, ele estava em uma canoa, que virou, e não usava colete salva-vidas.
O Corpo de Bombeiros afirma que as buscas foram dificultadas porque o rio é fundo e cheio de pedra. “A correnteza lá também é muito forte e dificultou bastante”, afirma o tenente-coronel Martiniano Gondim.

Afogamentos

Desde o início do carnaval, o Corpo de Bombeiros registrou oito mortes por afogamento no estado. A primeira morte por afogamento ocorreu no sábado (14), em Corumbá de Goiás. No domingo foram registrados cinco casos: em Bela Vista de Goiás, Nerópolis, Iporá, Israelândia e Pires do Rio. Já na segunda-feira (16), os afogamentos ocorreram em Arenópolis e Itapirapuã.
Conforme Martiniano Gondim, o índice de vítimas de afogamento aumentou 60% em relação ao ano passado, quando foram registrados cinco casos durante todo o carnaval. Para o oficial, a situação é preocupante. “Tanto que o Corpo de Bombeiros, antes de começar o carnaval, fez o serviço preventivo, informando a população, ministrando cursos de afogamento”, disse.
Ele afirma ainda que, na maioria das vezes, o afogamento ocorre porque as pessoas não usam equipamentos de segurança. “O afogamento acontece porque as pessoas insistem em entrar na água sem o colete salva-vidas. Sabendo ou não nadar tem que usar, vai entrar numa embarcação, tem que usar”, reforça Gondim.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário