Quirinópolis: 3 pessoas foram assassinadas em um única noite


Fevereiro ainda não chegou ao seu final e a cidade de Quirinópolis já contabiliza 16 pessoas assassinadas, além de incontáveis tentativas de homicídio. Desde o começo do ano, a média é de um crime contra a vida, a cada dois dias.

A população está assustada com o número de furtos, roubos e de assassinatos. Na noite de ontem, a cidade viveu momentos de pânico, quando, por volta das 21:30h, um veículo Fiat Strada, cor branca, com 3 pessoas na carroceria, parou em frente ao Supermercado Terra, na Avenida Santos Dumont, próximo a Escola Raio de Sol. Um dos elementos desceu, adentrou ao estabelecimento e atirou contra o dono do comércio, Denivaldo Lopes Terra, o Terra, de 49 anos, e seu irmão Wesley José Lopes, de 47 anos. Wesley era carteiro na agência local dos Correios e trabalhava como representante do Jornal O Popular, no município de Quirinópolis. Cada um levou 3 tiros nas costas, chegaram a ser levados ao Hospital Municipal, mas não resistiram aos ferimentos.
 
Assim que chegou ao Hospital, a PM soube que havia outra pessoa alvejada com tiros. Allan Fernandes, de 27 anos, Allan ficou hospitalizado.
Cerca de duas horas mais tarde, houve tiroteio na Avenida Lázaro Xavier, próximo a Escola Márcio Ribeiro. Fábio e o CB PM Claudinei foram baleados. Fábio não resistiu aos ferimentos e morreu. O policial recebeu os primeiros atendimentos em Quirinópolis e depois foi transferido para Rio Verde.

Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário