Juiz recebe denúncia do MP contra o motorista de Cristiano Araújo, em GO


O juiz Diego Custódio Borges, da Comarca de Morrinhos, na região central de Goiás, recebeu a denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO) contra o motorista Ronaldo Miranda Ribeiro, 41 anos. Ele foi denunciado por duplo homicídio culposo do cantor Cristiano Araújo, 29 anos, e da namorada dele, Allana Moraes, de 19, já que dirigia o carro no momento do acidente que matou o casal.
A denúncia chegou ao juiz na quarta-feira (23). Borges determinou que o acusado seja citado, ou seja, informado de que a denúncia corre na Justiça. O motorista terá um prazo de dez dias para apresentar uma defesa prévia ao juiz. Segundo o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ/GO), ele será citado por meio de uma carta precatória, uma vez que o processo corre em Morrinhos e o motorista mora em Goiânia.
De acordo com a perícia realizada no ponto em que o carro saiu da pista, a via estava em boas condições. Por isso, segundo o perito criminal José Luiz Macedo, não havia fator na rodovia que pudesse contribuir para o capotamento.
Segundo o delegado Fabiano Henrique Jacomelis, responsável pela investigação policial, Ronaldo chorou ao prestar depoimento. O condutor negou ter feito o consumo de bebidas alcoólicas, o que foi comprovado em uma análise, e que estivesse falando ao celular ou dormido ao volante. Porém, Ronaldo confessou que seguia acima da velocidade permitida na via, que é de 110 km/h.
O delegado disse, ao concluir o inquérito, que o motorista  foi negligente e imprudente: "Houve o crime de trânsito, ele agiu com negligência no momento que transitou com as rodas não originais, com danos, e imprudente por dirigir em excesso de velocidade". Contudo, ele avaliou que, apesar de saber dos riscos, o motorista não teve a intenção de matar o casal.


Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário