Jovem com problema renal luta na Justiça para não fazer hemodiálise

O jovem José Humberto Pires de Campos Filho, de 22 anos, que sofre com problemas renais, luta na Justiça para ter o direito de não passar por sessões de hemodiálise, o único tratamento médico para sua condição. Morador de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, ele reconhece que pode morrer sem o procedimento, mas diz que não tem intenção de enfrentá-lo por considerar "dolorido". O rapaz afirma que não vê perspectiva de cura, nem mesmo com um transplante.
Contrária à essa decisão, a mãe de José, a microempresária Edina Maria Alves Borges, também recorreu ao Poder Judiciário para exigir que o filho faça o tratamento, mesmo contra vontade. Inclusive, ela já obteve uma liminar que interdita o rapaz de forma parcial e provisória e o obriga a frequentar as sessões.
Share on Google Plus

About

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário